casal pegando fogo

Fogo! Alarme para o muito ou o pouco…

Já reparou que para a maioria das pessoas, sexo é imediatamente associado ao fogo?

O fogo está associado aos nossos instintos (de preservação, de procriação…) e dos instintos nasce o desejo (de ganhar, de reproduzir), então desse ângulo, o coito está sim ligado ao elemento fogo, mas nosso conceito de sexo é a troca de energia/informação de forma prazerosa e nesse contexto, todos os elementos (água, terra e ar) estão envolvidos no sexo.

A combinação instintos saudáveis + desejo é excelente para o relacionamento quando está em harmonia, porque o desequilíbrio, para a falta ou excesso podem causar muitos prejuízos, não só para o casal, mas também para as pessoas que convivem com o par.

Quer exemplos?

Muito instinto pode gerar o ciúme excessivo, a necessidade de controlar cada passo do outro… o desejo de aprisionar o outro para não correr o risco de perder…

Também pode iniciar uma competição excessiva entre o casal, onde um quer ganhar do outro, mandando para o espaço o companheirismo e focando no desejo de poder e dominação.

O egoísmo é outro excesso de instinto, porque o desejo de sobreviver faz com que os resultados nunca sejam compartilhados, entrando naquela de “cada um por si”.

Por outro lado, pouco instinto gera desinteresse, indiferença (sentimento oposto ao amor) e distancia o casal, matando os sentimentos e emoções.

Alguns excessos do elemento fogo iniciam na fase da paixão inicial, o que não significa que a paixão seja ruim, apenas que houve um descontrole.

A maioria dos relacionamentos começa com uma grande paixão, que tem até explicações biológicas, mas esse sentimento vai diminuindo com o tempo, cedendo espaço para os outros elementos, mas… se acabar, o casal vira “sócio” ou “irmão”, então manter o lado bom da paixão é excelente para a sobrevivência de uma relação amorosa.

E como manter a chama acesa?

Colocando uma pimenta na relação de vez em quando… A quantidade e o tipo de pimenta vai depender da natureza de cada casal, mas sempre é possível esquentar sem queimar!

Quer dicas?

– Invistam nas conversas picantes que falem de sonhos ou fantasias eróticas sem “vergonhinha”, evitando os risinhos nervosos, encarando a fala do outro de forma séria e aceitando que a sexualidade de um não depende, ou é exclusividade do outro.

– Usem joguinhos eróticos, como os dados, porque é um tipo de competição onde os dois saem ganhando…

– Inventem personagens e façam teatrinhos para brincar com ângulos não explorados no cotidiano como os papéis de dominatrix, de garota de programa, de executivo, de policial, de presidiário, de bombeiro…

– Realizem as fantasias classificadas por vocês de “possíveis”, o limite é estabelecido pelo casal e pode começar com brincar de lobo mau e chapeuzinho vermelho até incluir uma ou mais pessoas nas interações…

– Todo tipo de produtos eróticos que provocam sensações “quentes”, como os que aquecem, dão choque e também vibradores e penetradores são recomendados para quem que investir no aumento do fogo.

– Aromas como a canela, cravo e pimenta esquentam… Patchouly atiça e almíscar desperta

– Na alimentação, além da pimenta, as especiarias e em particular o gengibre são ótimos toques…

O que consideramos mais importante nisso tudo é praticar a empatia, ou seja, tentar sentir de verdade o prazer do outro, sem contabilizar quem aparentemente é favorecido. Pensem que também há prazer em proporcionar prazer…

No artigo dessa semana, finalizamos o passeio pelos 4 elementos e sua influência no relacionamento.

E terminar com o fogo simboliza nosso desejo para que todos os relacionamentos sinceros sempre mantenham a chama da paixão acesa.

Não a chama inicial da paixão, mas a paixão que vem com o toque do amor da água, da compatibilidade de ideias do ar e do companheirismo da terra, uma paixão amadurecida, que alimenta e dá sentido à vida e que pode até durar além da existência de nossos corpos físicos, nas memórias e lembranças que levamos para a eternidade!

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

Autor SexAtivação

SexAtivação é um projeto com Vivências, Sex Coach & Produtos Holísticos para ativar a vida amorosa e sexual dos casais, liderado por Carlos Morini e Liliane Provenzano. Carlos e Liliane estão juntos desde 1998... Por acreditar que é possível ser feliz no casamento, descobriram que a vida sexual pode ficar melhor com a cumplicidade de uma relação sincera e do sexo como um caminho de religação ao Sagrado, ideia que simboliza o chamado sexo espiritual. Entendem que qualquer pessoa ou casal pode ter uma vida sexual feliz, independentemente do caminho espiritual, por isso, criaram formas de passar sua experiência, através do Sex Coach Holístico (terapias holísticas para melhorar a vida sexual) e vivências de SexAtivação (conjunto de técnicas que aprenderam e aprimoraram ao longo do tempo e que envolve troca de energia, movimentos e respiração). E... não pretendem parar por aqui...Informações: institutoubiratan@uol.com.br

LEIA TAMBÉM

amor-versus-odio

A complexidade do sentir: ódio do bem x amor do mal

Complexidade ódio-amor que impõe o funcionamento robótico, ou seja, aquele que, enquadrando as pessoas em um único programa de pensar, elimina as diferenças e anula a individualidade. Por Beatriz Breves*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.