elemento ar no relacionamento

O elemento AR, sexo e relacionamento

Em semana de lua crescente, vamos começar nosso papo com o elemento Ar, que está diretamente conectado com nossos pensamentos.

Conforme falamos a semana passada, o elemento Ar está presente na comunicação, no compartilhamento de ideias e conceitos entre um casal (na cama ou fora dela).

É importante destacar que harmonias e desarmonias não são efeitos diretos de presença de amor (harmonia) e falta de amor (desarmonia).

O relacionamento entre duas pessoas está sempre em movimento e diversas circunstâncias facilitam ou dificultam o fluxo de ideias e conceitos… paixão inicial, vida profissional, filhos pequenos, muitas pessoas ao redor (o tempo todo) muitas vezes levam o casal a conversar apenas o essencial.

Algumas vezes, o fluxo de Ar é prejudicado por fatores externos, outras, pela falta de investimento do casal em seus momentos particulares, livre de família, vizinhos, amigos, trabalho… celular, computador…

E isso pode afetar o sexo, deixando a troca energética sem a conexão mental, o que pode causar ansiedade, tanto para começar quanto para terminar.

Para começar, é quando o casal não tem o que falar, o que brincar… pois os pensamentos estão desconectados… então… vamos partir logo para a penetr(ação)!

Para terminar, é quando o casal acha que conseguiu uma pausinha dos afazeres, suficiente apenas para a penetr(ação) porque daqui a pouco a atenção e ação terão que ser direcionadas para outras coisas…

Tanto uma como a outra ansiedade podem até causar ejaculação precoce no homem e a falta de orgasmo na mulher… porque o sentimento de pressa e urgência e a falta do que dizer um ao outro, começam a ser constantes na relação.

O panorama acima é mais extremo… talvez você perceba apenas alguns sinais… ou só queira investir na conexão mental…

Para qualquer situação, são as mesmas dicas para você experimentar e sentir os resultados:

– Se for viajar, procure ambientes com muito ar livre, explore a sensação de “dormir ao relento” que muitos locais proporcionam, com sacadas, vidros, cortinas e véus. Caso vá a um motel, escolha ambientes grandes, com poucas paredes e muitos vidros.

– Invista em produtos para sexo oral e prefira os sabores herbais (aliás, todas as previsões essa semana apontam na direção dos herbais!).

– Trabalhe a brincadeira, tanto no sexo oral como nas fantasias… pirata, colegial, havaiana… tudo que for leve e causar risos está valendo.

– Nos aromas alecrim e hortelã são super indicados e indispensáveis, afinal o Ar está diretamente ligado ao olfato.

– Em termos de alimentação, além do alecrim e da hortelã, as demais ervas aromáticas vão ajudar a desbloquear a comunicação.

– Para a decoração ou acessórios, amarelo e os tons cítricos provocam a sensação de leveza, sem relaxar demais e estimulam a comunicação.

E aí, vale lembrar que todas as dicas acima são resultado de muito estudo e apesar de compartilharmos de forma descontraída com você, podem realmente ajudar a arejar sua relação, mas apenas se houver vontade sincera de mudar e melhorar!

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

Autor SexAtivação

SexAtivação é um projeto com Vivências, Sex Coach & Produtos Holísticos para ativar a vida amorosa e sexual dos casais, liderado por Carlos Morini e Liliane Provenzano. Carlos e Liliane estão juntos desde 1998... Por acreditar que é possível ser feliz no casamento, descobriram que a vida sexual pode ficar melhor com a cumplicidade de uma relação sincera e do sexo como um caminho de religação ao Sagrado, ideia que simboliza o chamado sexo espiritual. Entendem que qualquer pessoa ou casal pode ter uma vida sexual feliz, independentemente do caminho espiritual, por isso, criaram formas de passar sua experiência, através do Sex Coach Holístico (terapias holísticas para melhorar a vida sexual) e vivências de SexAtivação (conjunto de técnicas que aprenderam e aprimoraram ao longo do tempo e que envolve troca de energia, movimentos e respiração). E... não pretendem parar por aqui...Informações: institutoubiratan@uol.com.br

LEIA TAMBÉM

amor-versus-odio

A complexidade do sentir: ódio do bem x amor do mal

Complexidade ódio-amor que impõe o funcionamento robótico, ou seja, aquele que, enquadrando as pessoas em um único programa de pensar, elimina as diferenças e anula a individualidade. Por Beatriz Breves*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.