testador-de-bonecas-eroticas

Testador de bonecas eróticas: quem se habilita?

O testador de bonecas eróticas terá horário flexível, 22 dias de férias por ano e desconto para familiares e amigos nos produtos da empresa contratante, além de um salário.

Foi só o jornal londrino The Sun noticiar essa vaga que a caixa de email da Silicone Sex World empresa contratante ficou abarrotada de curriculuns.

Quem entra no site da empresa hoje encontra uma atualização do post no blog avisando que se está impossível responder cada um dos emails assim que chegam.

Habilidades de um testador de bonecas eróticas

A Silicone Sex World procura um indivíduo de mentalidade aberta que testará os lançamentos e a gama de produtos atuais para auxiliar nos ajustes e inovações, bem como melhorar o controle de qualidade.

Além se saber relatar o feedback de suas avaliações, tanto para os fabricantes quanto para a equipe de vendas e promoção.

Também tem que ter disponibilidade para participar de eventos da indústria de sextoys ao redor do mundo, chato né?

Não é essencial que tenha experiência com o mercado erótico (mas conta ponto na concorrência). Mas a paixão por bonecas sexuais e uma experiência pessoal com elas será levado em consideração.

E claro: olho forte para detalhes e capacidade de cumprir prazos apertados.

Salário e benefícios

O salário é da ordem de 35 mil libras por ano, o equivalente a R$ 13 mil por mês. ( dá pra viver disso, né?)

Sem falar de academia grátis, desconto em compras de bonecas e outros sextoys (estendido a familiares e amigos), e 22 dias de férias por ano (sem contar os feriados).

Mas a empresa avisa que se até dia 20 de março os candidatos não receberem nenhum contato estará automaticamente desclassificado.

Torcendo por você aí amigo que tá no páreo!

 

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

casal-socio-sexshop

Amor e negócios, esses dois se misturam?

Casais que escolhem embarcar juntos no empreendedorismo são cada vez mais frequentes. Mas será que existe um jeito de fazer a sociedade dar certo sem prejudicar a relação? Por Rosangela Matos *

2 Comentários

  1. Artigo excelente, meus parabéns! Absorvi muito bem tudo que foi exposto, agora vou compartilhar com mais amigos

Deixe um comentário para hot sexy Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *