TATIZOPOWERCOUPLE

EXCLUSIVO: Tatiana Presser e Nizo Neto contam tudo antes do Power Couple Brasil 2018

O casal #Tatizo, Tatiana Presser e Nizo Neto deram uma entrevista exclusiva para o MercadoErotico.org contando detalhes de sua intimidade antes de entrarem para o Power Couple Brasil 2018, o reality show de casais exibido pela Tv Record.

Eles vão fazer 16 anos de casados, agora no dia 07 de maio. Se conheceram em uma balada carioca, quando a prima de Tatiana namorava com o irmão de Nizo. A empatia foi tão grande, que um ano depois eles já estavam morando juntos. Eles tem 2 filhas, Isabela de 12 anos e a Sofia de 7.

E confessam que boa parte da cumplicidade deles é permeada de um senso de humor sarcástico.

UM CASAL OUSADO

Tatiana conta que a ousadia é o combustível dessa cumplicidade. Foi assim que atravessaram juntos o luto pela morte de Rian, filho no Nizo e enteado dela.

Também foi dessa forma que eles enfrentaram a falta de grana e a saída do Nizo da Globo depois de 40 anos de casa. “Foi iniciativa dele, ele foi lá fez acordo e eu super apoiei. É como ele disse: ‘ninguém é louco pra pedir para sair da Globo, só eu’. Eu acho que também nenhuma mulher é louca de apoiar um troço desse! Mas a gente tem muita cumplicidade para apoiar bastante um ao outro.”

E foi a ousadia que os motivou a entrarem no mercado erótico, lançando a linha Vem Transar, em parceria com a Intt, Adão e Eva Toys e Yaffa Lingerie. Veja entrevista exclusiva deles antes de entrarem no Power Couple Brasil 2018 para o MercadoErótico.Org:

M.E.: Como foi que começou essa história de lançar produtos eróticos e trabalhar com esse mercado?

Tatiana: Como sou sexpert e psicóloga, lancei o livro Vem Transar e necessitava dos produtos para apoiar toda a parte teórica. Os produtos colocam a teoria na prática.

M.E.: Na sua opinião, o que é mais importante para manter um casal unido e feliz?

Tatiana: Sem dúvida, a cumplicidade ajuda muito. Mas pra mim pelo menos, acho que a questão mais importante é a admiração. Eu acho que realmente um tem que admirar o outro. A partir do momento que admiração começa a cair, o relacionamento todo começa a dar uma balançada mesmo. É necessário que tenha leveza, senso de humor e um canal de comunicação aberto. Muitas vezes, os casais se desentendem por mal entendidos. E esses desentendimentos vão indo por um caminho que acaba sendo muito maior do que era o problema original, né?

M.E: Qual o conselho vocês dariam para os jovens casais de hoje?

Tatiana: Com certeza é viver mais na vida real e não tanto no virtual. Eu acho que a geração mais nova é extremamente imediatista, não vai mais além, já pula para uma nova pessoa, não quer se aprofundar, gosta da fase lua de mel, e isso não é vida real, né? Eu acho superimportante em uma determinada fase da vida da gente dar uma pirada, sabe? Pra você se conhecer melhor, conhecer os seus desejos e suas vontades. Mas essa pirada tem que passar. O que sinto dos casais mais jovens de hoje, é que eles querem ficar só nessa piração.

Nizo: Essa coisa da tecnologia, tá uma coisa assustadora, acho que não só pra casais…A sinceridade, o romantismo, essa chama, o tesão, é tudo um investimento que tem que ser feito, sabe? Não deixar cair no lugar comum.

M.E: Como seriam suas vidas se estivessem solteiros?

Tatiana: Ah… Deus não dá asas à cobra, né? (risos). Eu falo aí dos aplicativos, mas quando isso aí surgiu eu já tava com o Nizo, a gente não pegou esse momento… Se eu tivesse solteira ia curtir um pouco, viver esse negócio aí de Tinder, de Badoo e não sei mais o quê… Ia ser legal pra dar uma pirada.

Nizo: Se eu fosse solteiro hoje, acho que minha vida seria até mais pacata do que eu gostaria que fosse…Sei lá, é difícil eu estar solteiro também, né?

Tatiana completa: “Nizo Neto sempre foi daqueles que namorou sem parar, desde sua juventude.”

M.E: Quais são os planos futuros de vocês?

Tatiana: A gente acabou de lançar um jogo de tabuleiro. Estamos superhiperanimados com ele. Muitas coisas estão a caminho. Eu gravei um programa piloto que está sendo analisado por várias emissoras. Talvez até o meio do ano, isso já começa a se concretizar. Tô com planos de lançar outros livros. A gente tá lançando agora, o portal Vem Transar, que eu espero que seja o mais completo do Brasil em relação à Educação Sexual. O Nizo começa a fazer suas raízes na Record, de quem recebeu uma proposta muito boa.

TATIANAPRESSERNIZONETO

M.E: Sendo um casal embaixador do mercado erótico qual situação foi mais marcante para vocês dois depois desse título?

Tatiana: O mais marcante de tudo foi receber propriamente o título, foi emocionante. Sermos embaixadores nos ajuda muito porque o Nizo é uma figura pública, e associar a imagem dele à sexualidade foi uma aposta. O fato de sermos embaixadores do mercado erótico é como se fosse uma fortaleza, dá um certo status que ajuda a romper barreiras. E acredito que também estamos honrando esse título, indo a público, falando sobre educação sexual e tentando cada vez mais quebrar os tabus.

M.E: Quais as “pimentas” que vocês usam para manter aceso o erotismo na vida de casados?

Tatiana: Eu acho que sexo é um trabalho. Assim como é ter uma alimentação saudável e fazer uma academia para ter um corpo bonito. Não é só a mulher que fica com preguiça de transar, o homem também fica com preguiça. Então, sem dúvida nenhuma é necessário estar sempre inventando. Eu acho que eu e o Nizo sempre tivemos uma química muito forte e isso é superimportante no nosso casamento. Mas a gente usa todos os acessórios, filmes, contos, todos os recursos disponíveis e que, por sermos do mercado erótico, a gente acessa de forma muito mais fácil.

M.E: Quais as fantasias que vocês gostariam de fazer e que ainda não fizeram?

Tatiana: Acho que eu e Nizo Neto já realizamos tudo que tínhamos que realizar, né, amor? (Nizo responde: exatamente, já viramos essa página…). Tô com 44, ele com 53, já fizemos todas as doideiras que a gente queria fazer. Estamos bem aposentados nessa área, mas olha… Conseguimos aí ter uma bela compreensão sobre fantasia sexual de cada um e o que nos move. E eu acho que isso é o grande propósito da fantasia sexual, né?

M.E: Qual a sua opinião sobre o empoderamento feminino nesses tempos que se revelam tão violentos em relação a mulher? Como você acha que as mulheres precisam lidar com seus companheiros nesse cenário?

Tatiana: As vezes eu acho que o termo “empoderamento” é um pouquinho mal colocado. As pessoas usam para todas as situações e acabam banalizando o real objetivo. Mas o lado positivo é que as pessoas estão expondo mais as situações. Eu não conheço uma mulher que nunca sofreu algum tipo de assédio. E em geral, esses assédios não são leves. Mesmo o “dar em cima”, vem junto com uma carga emocional muito grande, pode gerar um trauma por mais leve que seja. E quando Hollywood começa a falar sobre o assunto, e as mulheres famosas do cinema começam a dizer as coisas que sofreram, isso é muito bacana, porque promove um diálogo, uma conversa. Pra mim como pessoa, nunca me olhei menos por ser mulher. Acho que isso vem dos meus pais. Eles nunca me falaram, ‘você é mulher, não pode fazer isso, ou aquilo’. Eu sempre me senti igual a um homem, no sentido de direitos e tal. Eu sei que não é verdade. Mas me irrita tanto o fato de não ser verdade, que eu acho que dentro da minha cabeça eu mantenho que eu sou exatamente igual a um homem. No fundo, no fundo, a gente é igual, mas infelizmente não temos os mesmos direitos, não ganhamos o mesmo salário, enfim, não tem as mesmas condições. A mulher é supercarregada, tem que ver a casa, tem que ver os filhos, tem que trabalhar, e além disso tudo, ainda tem que estar linda e bela. O homem é mais leve e tem mais direitos, mais salários. É realmente uma coisa bem injusta. Mas eu acredito que quanto mais a gente fala e conversa sobre o assunto _ e as mídias sociais são excelentes para dar voz a todo mundo_ mais essas injustiças poderão ser revistas e vão se modificando.

M.E.: Qual a expectativa de vocês em torno do Power Couple?

Tatiana: É uma exposição muito grande, né? A gente achou que era uma oportunidade muito boa de falar sobre educação sexual, sobre sexualidade de uma forma saudável, leve, tranquila. De expor e divulgar a nossa marca. Acho que nunca teve uma sexóloga em um reality.  Vamos quebrar tabus. E por um outro lado, a Record pediu muito para o Nizo fazer esse programa. E como ele está construindo o relacionamento com a emissora, achamos melhor participar. Quando a gente recebeu o convite, demoramos um mês para aceitar, por causa das nossas filhas e da nossa empresa que pediam uma certa logística na nossa ausência durante o confinamento. Mas decidimos participar até para dar maior visibilidade também para o mercado erótico.

LANÇAMENTOS

Enquanto o casal #Tatizo luta pelo o prêmio de um 1 milhão de reais dentro da mansão do Power Couple Brasil 2018, a linha Vem Transar irá ganhar novos lançamentos já na primeira quinzena de maio. Estão previstos um anel peniano, um excitante masculino, uma vela hidratante sabor caramelo salgado e um produto para os pés, chamado Crush.

Vale lembrar que o Power Couple Brasil tem transmissão diária de segunda a sexta, às 22:30 pela Record, com cobertura exclusiva pelo site R7. E você pode também mandar sua pergunta para Tatiana Presser e Nizo Neto pelo site do programa.

Fique atento às 3ªs feiras, quando há eliminação de casais, você pode ligar e pontuar a favor de #tatizo!

E nós aqui do MercadoErotico.org estamos na torcida! 🍀

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

balada-liberal-sao-paulo

Festa Cuckoo de Biquíni Neon,Tardezinha Nudista de Gala e Projeto Luxúria Cosplay, agitam esse fim de semana em São Paulo

A equipe da Spicy Club caprichou na escolha dos temas das festas que agitam o primeiro fim de semana de setembro em São Paulo, confira detalhes do dresscode de cada uma delas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.