heitor-werneck-parada-gay

Dicas de Heitor Werneck para aproveitar a cena fetichista no fim de semana da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Diretor Artístico da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e também pioneiro na organização de eventos fetichistas no Brasil, Heitor Werneck lista os melhores pontos da cidade para fetichistas e BDSMers que estão visitando a cidade neste feriadão

Heitor Werneck, ao criar o Projeto Luxúria há 17 anos, foi precursor da cena fetichista no Brasil, realizando a primeira festa fetichista no país e que acontece mensalmente em São Paulo.

Valorizando o dress code e abrindo um espaço seguro para a realização das fantasias de muitos praticantes de BDSM e Fetiche, o Projeto Luxúria não só proporcionou a interação entre os adeptos, ajudando a fortalecer a comunidade fetichista no Brasil, como também agregou toda a cadeia produtiva desse segmento, unindo e inspirando várias gerações de performers, artesãos, marcas, promotores de eventos e designers de moda em um impulso criativo nunca antes visto na cena fetichista no Brasil.

É nesse mesmo fluxo que Heitor criou e  tem organizado nos últimos 7 anos uma ala fetichista na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo com o intuito de incluir os praticantes no evento, contato com a colaboração de vários representantes de cada tribo dentro da cena paulistana. “A Ala fetichista é um espaço seguro, organizado e confortável dentro da Parada, onde os fetichistas e BDSMers podem ir vestidos como quiserem, para fotografarem e curtirem a vontade, pois temos um cordão de isolamento guardado por seguranças, serviço de apoio com fornecimento de água durante todo o evento”, afirma.

Além de coordenar a Ala Fetichista, Heitor Werneck é o diretor artístico da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que juntamente com o diretor cultural Diego de Oliveira, é responsável por todas as atrações do palco da Feira da Diversidade que acontece no dia 30 de maio, no Memorial da América Latina, o palco mais mais inclusivo do mundo. Bem como do desfile de carros e performances que acontecem no dia 02 de junho, nas Avenidas Paulista e Consolação.

Em meio a todos os preparativos deste grande evento, Heitor dá uma paradinha para elencar aqui os principais pontos turísticos de fetiche e BDSM de São Paulo com o objetivo de orientar bem os praticantes e simpatizantes a aproveitarem a visita a cidade, confira abaixo:

Baladas Fetichistas

Cabines para se divertir

  • Cine Hot – Av. São João, 1081 – República, São Paulo – SP, 01035-100

Roupas e Acessórios 

Portais

Além dessas dicas, Heitor Werneck dá algumas fontes de conhecimento, informação e inspiração para quem quer entrar na comunidade BDSM e Fetichista e adotar esse estilo de vida:

Literatura

50 Tons de Cinza

História d’O (quadrinho e filme)

Filme

Parceiros da Noite

Artistas

Madonna

Frankie Goes To Hollywood – Clipe Relax (versão estendida)

Heilung – som viking com heavy metal ideal para sessões 

Ensaios de Moda

Masculicidade – @masculicidade

Fabio Mota – @damottastudio

Para participar da Ala Fetichista da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, os interessados podem se inscrever pelo site www.dombarbudo.com.br ou pelo instagram:@projetoluxuriaoficial

Autor Paula Aguiar

Publicitária, Consultora e expert em Mercado Erótico, Escritora e empresária. Atua no Mercado Erótico Brasileiro desde o ano 2000. Autora de 17 livros de negócios e sobre produtos eróticos para os consumidores. De 2010 a 2017, presidiu a ABEME – Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico. Citada em mais de 100 teses universitárias e livros de sexualidade sobre o tema. Desenvolve e projeta produtos eróticos e cosméticos sensuais para os maiores players do setor. Criadora do primeiro seminário de palestras para empresários do mercado erótico em 2006. Apoiadora e partícipe dos mais importantes eventos eróticos do mundo. Também idealizadora do Prêmio Melhores do Mercado Erótico e Sensual que, desde 2016, anualmente elege as melhores empresas, as inovações, os produtos mais queridos e desejados e as ações que estimularam o desenvolvimento do setor. É fundadora e co-autora do site MercadoErótico.Org.

LEIA TAMBÉM

camiseta-de-time-não-e-boa-pra-namorar

Camisetas de times não são adequadas para encontros amorosos

Ter um primeiro encontro com a pessoa desejada é um ‘golaço’ e tanto. Mas será que a camiseta do time favorito tem espaço durante a paquera? Segundo pesquisa apenas 3% dos usuários consideram as camisetas de time adequadas para dates. Saiba mais aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by ExactMetrics