Inicio >> Hot News >> Sexo: 8 dicas para se manter ativo na terceira idade
dicas desexo para 3ª idade

Sexo: 8 dicas para se manter ativo na terceira idade

Você é daquelas pessoas que pensa que os seus avós não fazem sexo porque já têm uma certa idade? Acha que quando ficamos mais velhos já não há vontade e tudo se acaba na intimidade? Pois saiba que está errado.

A verdade é que, nesta fase, estamos mais calmos, frágeis e o corpo já não responde da mesma forma, mas nada impede a sexualidade do casal.

Segundo explica Irina Rodrigues, especialista em Sexologia Educacional e diretora da Flame Love Shop,“o sexo na terceira idade tem um papel essencial, não só em termos físicos, como na reafirmação da autoestima, o que ajuda a diminuir a tendência para determinados problemas típicos desta fase, tais como o isolamento e a depressão”.

O aumento da longevidade e a procura pela qualidade de vida numa idade mais avançada deve considerar a posição central da vida sexual na realidade humana, não apenas como fonte de prazer, mas também como forma de estimular a libertação de hormônios, como a endorfina, conhecida por “hormonio da felicidade”.

“Esta necessidade é tão clara quando constatamos uma presença crescente de senhores e senhoras nas lojas de artigos para a sexualidade, à procura sobretudo de estimulantes, masturbadores e strap-ons (tipo de dildo ou vibrador geralmente encaixado em uma cinta)  que incrementem a vida íntima. No caso da Flame Love Shop, verificamos, nos últimos meses, um aumento de 10% no número de visitantes acima dos 60 anos”, conta Irina Rodrigues.

Os homens são os que mais procuram os estimulantes sexuais, as pílulas do sexo e os potenciadores. De acordo com a especialista, “há novos produtos que têm permitido a muitos homens ultrapassar determinados condicionantes físicos para manter a atividade sexual. Já no sexo feminino, é a mudança de mentalidade, o sentir-se bem e ativa que está a ditar a alteração de comportamentos e de atitudes”.

Confira 8 dicas para manter uma vida sexual ativa após os 60 anos, segundo a especialista:

  1. Seja compreensivo consigo e com o/a seu/sua parceiro/a.

Procure aproveitar o momento sem estar preso a exigências ou cobranças, pois estas não ajudam a manter uma vida sexual ativa e saudável.

  1. Inove e experimente!

Não tenha medo. Não há nada de errado em descobrir novas sensações e prazeres.

  1. Concentre-se no momento presente

Não adianta estar a comparar a situação atual ao que acontecia há anos. Apesar de ser diferente não quer dizer que não seja bom.

  1. Tente as vezes que forem necessárias

As coisas podem não sair exatamente como espera. Por isso, é importante deixar a frustração de lado e tentar novamente.

  1. Saiba o que o outro gosta e converse sem medos

Perceba aquilo que o outro gosta ou não gosta e o que está a sentir no momento. O diálogo é essencial para que o casal entenda e ultrapasse as limitações, melhorando assim a sua vida sexual.

  1. Tenha cuidado com a alimentação e a hidratação

A alimentação influi no desempenho e na forma como nos sentimos. Não se esqueça de ter uma alimentação equilibrada e ingerir líquidos com frequência.

  1. Pratique exercício físico

A atividade física regular confere-lhe elasticidade e disposição.

  1. Utilize lubrificantes, se necessário

Facilita a penetração e torna o ato sexual mais prazeroso.

* Texto enviado por Jorge Souza nosso correspondente em Lisboa.

Autor Correspondente

Viu alguma coisa que pode virar notícia para o Mercado Erótico? Viajou, visitou lugares interessantes, entrevistou pessoas marcantes que possam contribuir para os leitores desse site? Envie-nos seu material que publicamos aqui em regime de colaboração! Entre em contato conosco pelo email: contato@mercadoerotico.org

LEIA TAMBÉM

desejo-feminino

O que as mulheres fazem para entrar no clima?

Sobre o desejo de desejar (e o que fazer para entrar no clima) Por Cristiane …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *