como-fazer-uma-rapidinha

Como fazer uma rapidinha com sucesso?

Preferência de 94% dos usuários do Sexlog, maior rede social de sexo liberal da América Latina,a rapidinha pode ser boa, mas tem alguns truques.

Na nossa live especial da Campanha Amor e Sexo para uma Primavera mais Sexy de ontem com o médico urologista e terapeuta sexual Dr. Celso Marzano perguntamos sobre os cuidados com as rapidinhas, já que o tema foi sobre se sexo faz bem para a saúde.

Para o especialista o uso de lubrificante e excitantes podem ajudar, mas nada substitui a excitação natural, principalmente para as mulheres. Uma rapidinha portanto seria a finalização de uma preliminar que pode começar com conversas excitantes ao longo do dia preparando para o ato em si.

“O homem precisa de 10 ml de sangue sendo enviados para o pênis para ter uma ereção, enquanto a mulher de 500 ml enviados para vulva, vagina e clitoris para se preparar para uma relação sexual. E tudo começa no centro de excitação que está em nosso cérebro” explica.

Para eles é sempre mais fácil

Não é a toa que para os homens seja mais fácil realizar uma rapidinha do que para as mulheres. De acordo com um levantamento recente feito com os cadastrados na Sexlog, 47.3% das pessoas são adeptas da famosa rapidinha e adoram a prática, enquanto outros 46,6% dizem que também são adeptos, mas preferem as relações sexuais mais longas.

A pesquisa reuniu cerca de 35 mil respondentes, dentre perfis de homens, mulheres e casais. Os que mais são adeptos à rapidinha são os homens, em que  52,1 % deles disseram que adoram a prática implementada à rotina. Os casais são os que menos preferem as rapidinhas, já que
entre eles,  65,2% dos entrevistados alegam que se sentem mais satisfeitos quando a transa dura mais tempo.

Um dado interessante demonstrado na pesquisa é o que revela que dentre das mulheres, quando perguntadas se pudessem escolher um único tipo de sexo para o resto da vida, 54,1% das entrevistadas disseram que prefeririam só dar rapidinhas, mas gozar todas às vezes, contra 45.9%
que preferem só fazer sexo longo, mas não necessariamente gozar todas às vezes.

O levantamento ainda mostrou que quase 85% dos usuários consideram que a rapidinha é um sexo de menos de 10 minutos de duração. Dentro desse montante, 45% acreditam que a prática é de um sexo de poucos segundos indo até 5 minutos de duração.

Na contramão da pesquisa, cerca de 67% das pessoas disseram que demoram mais de 10 minutos para gozar. Ou seja, nem sempre terminam o sexo com um orgasmo.

Para você que quer tentar uma rapidinha memorável, baixe já e gratuitamente o ebook 30 Dias de Fantasias de Amor e Prazer que traz sugestões de lugares para uma rapidinha memorável. Assim toda vez que você pensar em rapidinha, vai lembrar de uma de sucesso, e então já vai estar em ponto de bala para uma próxima 😉

ebook-gratis

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

SPMAR distribui 16 mil absorventes para mulheres em condições de vulnerabilidade

Doações são destinadas para quatro organizações que trabalham com mulheres em condições de vulnerabilidade na região do entorno do Rodoanel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *