Geração X é a mais comprometida com a monogamia, mas não é fiel

Dados exclusivos do Second Love mostram que 78% dos homens querem uma família tradicional, mas a rotina e a monotonia fazem com que tenham relações extraconjugais

Levantamento do Second Love, site de namoro exclusivo para quem procura relacionamentos românticos além de seu parceiro atual, mostra que os homens da Geração X são mais comprometidos com a monogamia, porém não são os mais fiéis.

Os dados apontam que aqueles com idades entre 40 e 56 anos preferem estar em um relacionamento tradicional, mas, ao mesmo tempo, acabam mantendo relacionamentos extraconjugais.

Diferentemente dos jovens, com idade entre 20 e 30 anos, familiarizados com aplicativos e redes sociais, usadas por eles para flertar ou conhecer novas pessoas, não exatamente para encontrar um parceiro e formar uma família, os integrantes da Geração X foram criados para formar uma família e ter filhos.

De acordo com a pesquisa, feita de forma anônima pelo Second Love, mais de 78% dos usuários da América Latina aderem ao modelo de compromisso monogâmico.

Porém, enquanto valorizam a estrutura familiar tradicional, não param de querer experimentar sensações diferentes e confessam que a rotina e a monotonia são os motivos que os levam à infidelidade em seus relacionamentos, inclusive em mais de uma ocasião.

Em conclusão, eles se apegam à monogamia como modelo, mas não podem cumprir suas regras básicas.

A pesquisa também revelou que 6 em cada 10 mulheres da Geração X acreditam que seus parceiros já foram infiéis por meio das redes sociais. 65% delas também consideram traição um envolvimento sentimental ou emocional de seus parceiros, ainda que sem o contato físico.

Os homens, por sua vez, têm uma percepção diferente sobre os relacionamentos virtuais. Para 75% deles, flerte ou sexo online com outra pessoa, que não é seu parceiro, não é infidelidade. Segundo eles, só é traição quando há algum tipo de contato físico.

Isso explica o aumento de aplicativos de namoro. Pesquisa realizada pela Sensor Tower, mostra que, em 2022, nos Estados Unidos, o uso de apps de namoro teve um aumento de 17% em relação aos dois anos anteriores.

A estimativa é de que em 2023 a alta seja ainda maior, ficando em torno de 30%, principalmente aqueles utilizados por pessoas que buscam por um relacionamento extraconjugal. 

A perda da lealdade, mesmo que seja apenas sentimental, afeta a confiança e o futuro do casal. De acordo com os usuários homens, a principal razão para a infidelidade é a busca por mais adrenalina e também porque isso os ajuda a sair da rotina monótona.

Por sua vez, as mulheres argumentam que estão procurando alguém que lhes dê atenção e as valorizem.

Atualmente estamos observando um aumento no número de usuários que revelam em suas descrições de perfil que estão em um relacionamento aberto, o que mostra ser algo cada vez mais comum e aceito nas relações atuais. 45% dos usuários revelaram que aceitariam que seu parceiro também estivesse em algum aplicativo de namoro para procurar uma aventura ao mesmo tempo”, explica Matias Lamouret, porta-voz da Second Love para a América Latina.

Para mais informações, acesse o site Second Love.

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

prolapso-vaginal

Prolapso vaginal: o que é e como tratar?

O prolapso vaginal é a descida de um ou mais órgãos pélvicos, como bexiga, útero ou reto, em direção à vagina. Apesar de ser mais comum em mulheres após o parto, também pode afetar mulheres que nunca engravidaram. Saiba quais são os sintomas, como prevenir e tratar o prolapso vaginal aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by ExactMetrics