Inicio >> Hot News >> #AmorLivre: campanha da Close-up para que os jovens tenham mais liberdade para amar
amor-livre-close-up

#AmorLivre: campanha da Close-up para que os jovens tenham mais liberdade para amar

Na semana do Dia das Mães, a Close-up lança a linda campanha #AmorLivre para conscientizar os pais sobre a importância do apoio aos relacionamentos amorosos de seus filhos

Um estudo intitulado “Liberdade de Atração”, realizado no Brasil, Índia e Filipinas pela Id Stats Research and Consultancy, consultoria especializada em pesquisa comportamental, constatou que apenas 60% dos jovens se sentem completamente livres para amar e que, entre a parcela que não se sente livre, 47% prefere esconder os próprios sentimentos da família e amigos.

O medo de serem discriminados, julgados ou mesmo a vergonha por mostrarem interesse por relacionamentos ainda tidos como não convencionais pela sociedade, estariam entre os motivos para a conduta, que pode trazer complicações emocionais.

Enquanto nas Filipinas, 30% dos jovens entrevistados pela pesquisa afirmaram se sentir culpados por manterem um segredo da família, no Brasil, 22% deles se sentem desconfortáveis com a sensação de uma vida dupla. Por isso, o apoio dos pais e colegas é tão importante nos tempos atuais.

Pesquisa-AMorLivre-Close-up

BAIXE ESSA PESQUISA COMPLETA AQUI

“Quando um jovem escuta que a atração dele por outra pessoa é perfeitamente saudável, ele se sente melhor. Isso o ajuda também a ser mais receptivo e aberto ao diálogo em seu mundo social”, diz Holly Parker, psicóloga e palestrante na Universidade de Harvard, e autora do livro “When Reality Bites” (Hazelden, 2016).

Para os adultos, sejam eles pais, parentes ou amigos, que buscam orientação para lidarem com a situação envolvendo algum jovem, Holly dá algumas dicas:

4 dicas para se aproximar e dialogar com jovens que mantêm relacionamentos em segredo

 

  1. Chame para uma conversa

Aproximação é a chave para o diálogo e para a confiança. Por isso, não force a barra se ele não quiser papo. Dê um tempo e depois, com jeitinho, tente uma nova aproximação. Segundo a pesquisa, o que os jovens que estão em relacionamentos não convencionais mais buscam é aconselhamento para lidar com as próprias emoções.

 

  1. Não julgue

Escute com atenção, não o interrompa e adote um tom neutro durante a conversa – mesmo que a sua opinião seja contrária ao que o jovem diz. Falar que o sentimento por alguém é inaceitável só servirá para duas coisas: prejudicar a autoestima desse jovem ainda mais e, ainda, afastá-lo de você. E esse não é o objetivo, não é mesmo?

 

  1. Demonstre o seu apoio

Mostre o seu apoio e faça com que o jovem com quem você conversa, seja seu filho ou não, se sinta aceito, valorizado e seguro. Ao dizer que aprova que ele encontre um parceiro(a) que o respeite, independente de raça, etnia, classe social ou religião, você contribui para que ele se sinta mais confortável com os próprios sentimentos e o incentiva a construir relações afetivas saudáveis durante a vida.

 

  1. Trabalhe a aceitação

Todos querem o melhor, mas o que pode ser melhor para um jovem do que deixá-lo viver um amor livre de preconceitos? Quando aceitamos a diversidade e praticamos a inclusão, lidar com as diferenças se torna mais fácil, acredite. Por isso, trabalhe a sua capacidade de aceitação. Se ajudar, tente encarar os relacionamentos como um mosaico onde cada peça tem a sua própria beleza e o seu valor.

 

O site da Close-up ainda traz um Manifesto #AmorLivre em vídeo

 

Além de  histórias reais de pessoas que precisaram se afastar e entender como a falta de diálogo e o preconceito podem impactar o bem-estar emocional de jovens casais. 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

Apimentando a relação: Swing e Balada Liberal para Casais

Visitamos o Enigma Club e trazemos as últimas novidades do Swing e outros prazeres para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *