Inicio >> Hot News >> Alemães estão estocando sex toys em casa

Alemães estão estocando sex toys em casa

A afirmação é do New Daily ao entrevistar empresas do mercado erótico local.

Sem ter acesso aos clubes e aos estabelecimentos profissionais, o aumento de procura dos alemães por sex toys  parece ser campeão em relação aos outros países.

O número de pedidos feitos na loja erótica online www.Eis.de dobrou desde que o coronavírus atingiu a Alemanha no final de Janeiro, informou a empresa ao jornal. Vibradores são itens particularmente quentes.

Um porta-voz da Orion disse que sua loja online também teve um aumento nas vendas.

A terapeuta sexual Ulrika Vogt não está surpresa. Seja sozinho ou com várias pessoas, “durante o sexo e principalmente durante o orgasmo, vários hormônios positivos são liberados. Isso dá às pessoas um sentimento de autoconfiança e as acalma, e isso é especialmente importante agora ”, disse Vogt.

A fabricante de preservativos de Berlim, Einhorn, suspeita que suas mercadorias estejam sendo armazenadas, presumivelmente ao lado de pilhas de papel higiênico, também em falta.

A pornografia também parece ter um forte apelo durante a crise e o distanciamento social.

Erika Lust, produtora de pornografia feminista, relatou que mais pessoas estão assistindo seus filmes do que o habitual. Desde o surto, o tempo de transmissão em suas plataformas aumentou de 20 a 30% em todo o mundo.

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

CALENDÁRIO ERÓTICO DE ABRIL

Tudo indica que vamos ficar ainda mais um tempo em casa nessa quarentena de isolamento… …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *