Quer ter mais intimidade nos encontros virtuais? Aqui estão alguns bons conselhos

Se estão cansados da mesmice dos encontros amorosos, é hora de ser mais criativo ao estabelecer conexões — e os aplicativos podem ajudar. 

O Bumble – primeiro aplicativo em que a mulher dá o primeiro passo – separou algumas dicas de como ter mais intimidade nos encontros virtuais. 

O Bumble falou com especialistas em sexo e relacionamentos para obter conselhos sobre intimidade virtual, seja para principiantes ou experientes neste universo.

Não há uma forma certa ou errada de estabelecer intimidade por telefone, por mensagem ou mesmo por vídeo, mas há formas de impor limites e de se sentir confortável, especialmente se tudo isto for novo para você. 

Mude a sua mentalidade

A primeira coisa a fazer é deixar de pensar nos encontros por vídeo como algo secundário em relação aos encontros presenciais“, disse a treinadora sexual certificada e escritora premiada, Gigi Engle.

Faça perguntas básicas

Faça um check-in consigo mesmo”, disse o psicólogo clínico especializado em terapia sexual,  Dr. Nazanin Moali. “Por que está fazendo isso? É algo que quer fazer para satisfazer as suas necessidades? Tem algum nível de autonomia? Ou está se sentindo pressionado?”, acrescentou. 

Pode ser útil se sentar e fazer uma lista das razões pelas quais gostaria de ter intimidade através de mensagens, telefone ou vídeo. “Eu encorajaria as pessoas a identificar cinco aspectos que valorizam em si mesmas e em uma relação”, disse Douglas Brooks, presidente do Brooks Counseling Group e especialista de longa data em questões de intimidade. “Isto pode ajudar a orientar a tomada de decisões”, ressaltou. 

Todos os três foram categóricos ao afirmar que qualquer tipo de intimidade, seja presencial ou virtual, requer um consentimento claro e um certo entusiasmo de todos os envolvidos.

Estabeleça limites firmes, mas não espere o pior

É fundamental estar ciente dos riscos existentes na intimidade virtual, especialmente quando há fotos ou vídeos envolvidos.

A pornografia de vingança continua sendo uma preocupação válida. Ainda assim, diz Engle, se você já conhece bem o seu date e teve uma conversa aberta, honesta e adulta, não deve necessariamente esperar que ele abuse da sua confiança.

Não há problema algum em esperar que as pessoas o tratem como um ser humano“, disse ela. “É triste que esse seja o limite. Não acho que precisemos ser tão céticos a ponto de pensar que todo mundo é um canalha”, acrescenta. 

Ele ainda aconselhou quais precauções podem evitar o constrangimento de, por exemplo, uma gravação de vídeo clandestina ser compartilhada.

Discuta o fato de que tirar uma foto ou fazer um vídeo seria uma violação, mas entenda que ainda há riscos em potencial”, disse ela. “É o mesmo tipo de risco que corre quando envia um nude a alguém“, disse.

Brooks concorda, acrescentando que é importante não presumir que seu par entenda. Diga isso em voz alta ou escreva por escrito.

Façam um voto de não capturar a tela ou fazer outras coisas que possam comprometer alguém mais tarde“, disse ele.

Quanto mais você puder conversar sobre as coisas, mais livre poderá ser em suas interações”, reforça Brooks. 

Para Engle, se você quiser evitar a perspectiva de tirar fotos ou fazer vídeos, o sexo por telefone é uma ótima opção.

Também é uma boa solução para quem tem um emprego em que, se aparecer uma foto sua nua, será demitido”, disse. “Você também pode usar todas as funções de vídeo, mas desligue a câmera”, concluiu. 

Dê passos de bebê

Se a intimidade virtual for nova para você, a Dra. Moali aconselha manter os riscos baixos no início: “comece com sexting e só aumente quando estiver pronto”. 

Ela recomenda levar uma troca sugestiva para o próximo nível somente se a outra pessoa estiver retribuindo ativamente.

E não há necessidade de ir além das mensagens íntimas se isso estiver funcionando para você e seu parceiro. “O sexting pode ser ainda mais excitante do que pessoalmente“, disse  Dra. Moali. “Você está descrevendo coisas e pode usar sua imaginação.”

Aceite o fato de que não será perfeito

Com a intimidade virtual – especialmente em vídeo – pode haver um instinto de ser performático. Ignore isso, diz Engle.

Essa experiência deve ser a mais autêntica possível, dadas as circunstâncias. Não se trata de fazer um show de espionagem. Este é um encontro de bate-papo sexual por vídeo. É uma grande distinção”. 

O Dr. Moali concorda. “Dê a si mesmo a espaço para que não  precise ser perfeito”, disse ela. “Você não é um artista! Não se preocupe com sua aparência. Esteja no momento e concentre-se em como você se sente”. 

Confie em seus instintos

Você está ficando íntimo ao telefone, mas no meio do caminho se pergunta sobre os objetivos do seu date?

A boa notícia sobre encontros virtuais de qualquer tipo é que você nem precisa de uma desculpa para ir embora, como pode achar que precisa no mundo real.

(E lembre, se um parceiro do Bumble foi abusivo ou te deixou desconfortável de alguma forma, você pode usar nosso recurso Bloquear e Denunciar para nos alertar). 

Assim como nos encontros presenciais, confie em seu instinto, diz o Dr. Moali. “Essa é a beleza de usar um aplicativo”, disse ela. “Se você perceber sinais de alerta, pode se desconectar dessa pessoa.”

Moali ainda acrescenta que você não deve ser duro consigo mesmo se o encontro virtual não for o que você esperava.

É importante, se você tiver uma experiência ruim, praticar o autoperdão”, disse ela. “Esse é um novo mundo para muitas pessoas.”

Você deve se divertir“, disse Brooks. Ele acrescentou que há, é claro, maneiras de conhecer muito bem um par do Bumble sem envolver nada remotamente sexual ou sugestivo.

Você pode ter intimidade sem fazer sexo”, disse ele, “mesmo que seja para fazer uma caminhada virtual juntos em algum lugar“, concluiu. 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

camiseta-de-time-não-e-boa-pra-namorar

Camisetas de times não são adequadas para encontros amorosos

Ter um primeiro encontro com a pessoa desejada é um ‘golaço’ e tanto. Mas será que a camiseta do time favorito tem espaço durante a paquera? Segundo pesquisa apenas 3% dos usuários consideram as camisetas de time adequadas para dates. Saiba mais aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by ExactMetrics