qual tipo de profissional usa mais sextoys

Qual tipo de profissional usa mais sex toys?

Se você pensou em profissional do sexo, vendedor de sex shop, sexcoach ou dona de casa, pensou errado!

Pelo menos no Reino Unido. Uma nova pesquisa do YouGov revelou tudo sobre os hábitos de brinquedos sexuais de lá, incluindo a profissão com maior probabilidade de possuir e usar brinquedos sexuais. E definitivamente não é o que você esperaria.

Segundo a pesquisa, os profissionais que mais compram brinquedos sexuais são os contadores, totalizando 64% dos entrevistados. 

Verificou-se também que os contadores fazem mais sexo em comparação com qualquer outro profissional, com 20% deles fazendo sexo pelo menos uma vez por dia. 

Em segundo lugar ficaram os médicos e profissionais da saúde, de acordo com a pesquisa encomendada pela sextech.co.uk . 

54% dos médicos e profissionais da saúde pesquisados ​ possuem pelo menos um brinquedo sexual. Sendo que 3% deles também revelou possuir mais de 10 brinquedos sexuais!

Em seguida, vem as pessoas que trabalham na área de educação, com 52% dos profissionais dessa área possuindo pelo menos um brinquedo sexual. 

As pessoas que possuem menos brinquedos sexuais são aquelas que trabalham com TI e telecomunicações, somando 34% dos entrevistados.

Logo abaixo vem os trabalhadores de varejo e indústria representando apenas 30% do universo dessa pesquisa.

A idade também influencia na escolha de um sex toy

A pesquisa também revelou os tipos mais populares de brinquedos sexuais para pessoas de diferentes idades.

A faixa etária de 18 a 24 anos prefere brinquedos anais e pornografia VR. Já os que estão entre  25 e 34 anos gostam mais de fetiche , strap-ons e masturbadores .

As pessoas que tem de 35 a 44 anos curtem dildos e brinquedos de mamilo. Enquanto aqueles que já estão entre 45 e  54 anos procuram mais vibradores e anéis penianos .

Será que isso te ajudar a escolher o presente do seu amigo secreto?

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

vacina-ou-mamografia-outubro-rosa

Outubro rosa: vacina ou mamografia?

Especialistas alertam para a necessidade de intervalo entre vacina da Covid-19 e a realização de exames de rastreamento de câncer de mama. Saiba mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *