empresaria-mercado-erotico-sebrae

SEBRAE homenageia empresária do mercado erótico

Joselene Amorim é formada em Administração e teve a inspiração para seu negócio no filme De Pernas Pro Ar. No Dia do Trabalho ela foi homenageada pelo Sebrae Nacional como uma História de Sucesso.

Ela tem 37 anos, nasceu em Manaus mas foi pequena ainda com a família morar em Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Se formou em administração, tem MBA em Finanças e trabalhou em diversas empresas da cidade. Mas o que ela gostava mesmo era de lingerie. Comprava muitas pra si e depois de assistir ao filme De Pernas Pro Ar, decidiu empreender no mercado erótico.

Inaugurou sua loja de lingerie e mercado sensual em 2014, a Chiquy Lingerie, em Juiz de Fora, atuando também nas redes sociais, além de promover eventos para noivas. Fez parceria com a marca argentina Sexitive, oferecendo lingerie e produtos eróticos importados e de alta qualidade. “Nosso chá de lingerie tem um conceito diferenciado, promove bem-estar, diversão, cumplicidade e informação”, afirma Joselene.

“Sempre fui muito apaixonada por lingerie e cosméticos sensuais. E mesmo trabalhando em outras empresas, eu vendia lingerie como sacoleira nessas empresas que trabalhava. Sempre tive este sonho de empreender no ramo de moda íntima e no mercado sensual. Sabia que a qualquer momento iria ter coragem ter meu próprio negócio. Trabalhar com aquilo nos amamos é muito gratificante.”

Consultoria do Sebrae

Mesmo com todo o seu conhecimento como administradora, Joselene decidiu buscar a consultoria do Sebrae para reestruturar o seu negócio, fazendo parte de um programa para mulheres empreendedoras.

“É muito intenso com cursos, palestras, oficinas, consultorias empresariais voltadas para seu negócio. Inclusive teve missão Juruia (capital da lingerie). Já tinha muitos contatos com as fábricas lá já, mas ir com o Sebrae melhorou muito minha relação com essas empresas.”

O próximo passo de Joselene, além de abrir seu ecommerce, é conquistar o título de sexóloga para somar teoria à pratica que ela desenvolveu em seu trabalho com seus clientes.

Conselhos

Para quem quer entrar no mercado erótico, Joselene diz que a pessoa precisa se identificar, gostar, buscar conhecimentos, ter curiosidade e estudar muito: “Não pode ter medos e nem receio. E muito foco em fazer aquilo você acredita sempre, sem importar com que outros vão falar ou pensar. Infelizmente tem gente fala mal deste mercado sem conhecer. Mas tem lado muito bom do mercado erótico. Você ter oportunidade de trabalhar com sensualidade, auto estima e empoderamento feminino, é ótimo.”

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

artes-para-instagram-sex-shop

Último dia: SexPack de Paula Aguiar na Promoção

Pacote com mais de 1000 posts para instagram de negócios eróticos ganha novo valor nessa segunda. Compre hoje para garantir super desconto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.