É amor ou só química?

Dra. Ventura Anciones e a Dra. Cristina Fernández, ambas chefes de Neurologia do Hospital Universitário Espanhol Sanitas La Moraleja, analisam os hormônios que fazem parte da felicidade e que também são responsáveis ​​por se apaixonar.

Sabe aquele formigamento, aquela felicidade transbordante, as palpitações e até admiração pelo ser amado?

“O impulso do amor é encontrado na química do organismo humano e no conjunto de hormônios que conectam todo o corpo . Então, esses são os responsáveis ​​por enviar os sinais para o cérebro , que é o intérprete final e o responsável por perceber que o coração está acelerado ou que sentimos borboletas no estômago “, explica Anciones à Marie Claire espanhola.

Entenda a “química do amor”

Dopamina : É um neurotransmissor considerado como o centro do prazer. Responsável por regular a motivação e o desejo, faz com que as pessoas repitam comportamentos que lhes proporcionem benefícios ou prazer, sendo também muito importantes para o aprendizado. Além disso, está relacionado à libido.

Endorfinas : Responsável final pelo prazer. Eles segregam em resposta ao esporte, carícias ou sexo. Esse hormônio produz uma sensação de bem-estar geral e ajuda a controlar o comportamento. No entanto, elas implicam um aspecto perigoso, e é por isso que as endorfinas, juntamente com as apomorfinas, são os hormônios que induzem o vício . Isso poderia explicar por que muitas figuras literárias ou líricas comparavam  amor com uma droga 

Testosterona : chave no desejo sexual e, embora tradicionalmente associada aos homens, também está presente nas mulheres. Sua inibição pode levar a uma diminuição do apetite sexual. De fato, após o orgasmo, o corpo secreta uma grande quantidade de testosterona. Por todas essas razões, ele tem uma grande responsabilidade pelo desejo.

Serotonina: um neurotransmissor intimamente relacionado ao controle das emoções e humor, além disso, é responsável pela regulação do apetite sexual. A serotonina também é conhecida como hormônio da felicidade , pois quando seus níveis aumentam nos circuitos neurais, gera sentimentos de bem-estar, relaxamento, satisfação e aumenta a concentração e a auto-estima.

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

 

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

Guia do ménage para mulheres: o que você precisa saber antes de apimentar a relação

Veja as respostas para as 10 maiores dúvidas de mulheres quando querem e estão à procura ou curiosas sobre um relacionamento liberal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.