dia-empreendedorismo-feminino

19/11 – Dia Global do Empreendedorismo Feminino

Inscreva-se já em um super evento e uma plataforma de cursos e o melhor: é tudo de graça! Aproveite!

A data foi criada em 2014 pela ONU – Organização das Nações Unidas junto a outras instituições globais, que tem como propósito incentivar as mulheres que criam e comandam seus próprios negócios. A data é também um alerta para as campanhas contra a desigualdade feminina no mercado de trabalho.

Os números mostram que há cerca de 30 milhões de mulheres empreendendo no Brasil contra 28 milhões de homens, segundo dados do Global Entrepreneurship Monitor.

Segundo um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) por meio da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC), em 2018, 34% das mulheres gerenciam o próprio negócio.

No Brasil, 44% delas empreendem por necessidade ou escassez de emprego, contra 32% dos homens.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), a crise causada pela Covid-19 vem empurrando boa parte da força de trabalho feminina para casa. Mais mulheres perderam o emprego neste cenário – o número é 25% maior em relação aos homens.

Vale destacar que no último ano o empreendedorismo feminino cresceu 40%, segundo dados da Rede Mulher Empreendedora. Esse crescimento foi avaliado durante o período assombroso que o mundo todo enfrentou com a pandemia de Covid-19.

26% das mulheres consultadas iniciaram seu negócio atual durante a pandemia e 48% das empreendedoras conseguiram sair de relações abusivas.

Presença marcante das mulheres no mercado erótico

Quebrando diariamente nos últimos 20 anos o velho estigma que sex shop é pornografia e negócio gerenciado por homens, as mulheres tem de destacado cada vez mais no mercado erótico.

A maioria dos empreendedores do mercado erótico que responderam nossa pesquisa Perfil do Empreendedor do Mercado Erótico foram mulheres somando 76.13% do total.

Plataforma de cursos gratuitos de empreendedorismo feminino

Aladas é uma plataforma digital que oferece cursos gratuitos, conteúdo e muitos vídeos-depoimento de mulheres inspiradoras.

O Movimento lançado em maio traz cursos gratuitos como:

  • Sua mente é empreendedora?
  • Saiba a diferença entre startups e empresas tradicionais
  • Como validar sua ideia de negócio
  • Autoconhecimento é a base de tudo
  • Seja definitivamente produtiva
  • Networking de Valor
  • Comunicação eficaz

Os cursos têm duração de cerca de 30 minutos. E em breve as fundadoras darão início às mentorias individuais, tão importantes para que as novas empreendedoras tenham segurança e encorajamento nos caminhos a seguir.

Acesse já: www.aladas.com.br

Evento para inspirar e motivar

Idealizado e realizado por Ana Fontes, o 10º Fórum Rede Mulher Empreendedora (RME) será realizado nos dias 17, 18 e 19 de novembro, das 9h às 18h, e traz como tema “Mulheres e empreendedorismo Criando um Futuro Melhor” e busca debater a importância da presença feminina em espaços de liderança e o poder de transformação social que essa presença acarreta.

A programação do Fórum RME deste ano traz ainda o 2º Prêmio Fórum RME que vai distribuir R$ 10 mil entre as empreendedoras com os melhores “pitch” – técnica mais utilizada para apresentar um negócio ou uma ideia de negócio inovador. As vencedoras serão escolhidas pelos participantes do evento.

Para participar é necessário:
· Se inscrever no Prêmio Fórum RME – Mulheres e Empreendedorismo Criando um Futuro Melhor;
· Ser uma microempreendedora formalizada (com CNPJ);
· Gravar um vídeo/pitch de até 30 segundos respondendo às perguntas: Quem é você? Qual seu negócio? Como usaria o valor do Prêmio?

Para esse encontro, um time de mulheres de prestígio no universo do empreendedorismo também estará presente no palco principal, entre elas Camila Farani, Camila Achutti, Márcia Rocha, Chieko Aoki, Susana Ayarza, Daniele da Mata, Luiza Brunet, Ju Wallauer, Dani Gábriél, Flávia Durante, Verônica Oliveira, Alessandra Alkmim, Mônica Costa, Leila Velez, Margareth Goldenberg, Andreza Salgado, Silvia Chakian, Junia Nogueira de Sá, além do empresário Nana Baffour.

O evento também desenvolve um projeto de ação social de combate à covid-19, revertendo 5% das cotas de patrocínio em doação para ações de combate à pandemia, capacitação e geração de renda de mulheres em vulnerabilidade social.

Serviço:
10º Fórum Rede Mulher Empreendedora (RME)
“Mulheres e empreendedorismo Criando um Futuro Melhor”
Datas: 17, 18 e 19 de novembro de 2021
Horário: das 9h às 18h
Onde: Gratuito e online pelo site https://forumrme.net.br/
Cadastro: https://forumrme.net.br/#inscricao

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

alimentos-candidiase

Alimentos para evitar quando está com Candidíase

A candidíase é provocada pelo fungo Candida albicans, e pode causar coceira, corrimento branco grumoso, ardor local e para urinar, dor durante as relações sexuais e vermelhidão. Por Erica Mantelli*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *