Tendência do Mercado Erótico

Tecnologia e Integração Digital:

A tecnologia tem desempenhado um papel significativo no mercado erótico, com a integração de dispositivos inteligentes e aplicativos para melhorar a experiência dos consumidores. Brinquedos sexuais conectados à internet, realidade virtual, inteligência artificial, e realidade aumentada são exemplos de como a tecnologia tem sido utilizada para criar experiências mais interativas e personalizadas.

Trabalhar com ambientes instagramáveis somando com produtos interativos, amostras e dinâmicas rápidas, também é uma forma de chama atenção.

Exemplo 1: Deixe amostras de produtos e vibradores para a pessoa brincar, tocar, experimentar e sentir. E ao finalizar a compra ela pode colocar a mão em uma piscininha de bolinha ou em alguma caixa e pegar um presente.

Exemplo 2: Crie um grupo vip, e vai fazendo dinâmicas com pontuações, cash back e joguinhos.

Sustentabilidade e Produtos Eco-friendly:

A conscientização ambiental também alcançou o mercado erótico. Muitos consumidores estão procurando produtos fabricados com materiais e seguros para o corpo. Empreendedores estão respondendo a essa demanda, criando brinquedos feitos de silicone médico de alta qualidade, utilizando embalagens recicláveis, além de produtos veganos.

E para melhorar entra a parte da solidariedade onde muitas lojas estão doando porcentagens das vendas para instituições como orfanato, casa de idosos, casas de apoio as mulheres que sofrem de violência doméstica. E anunciam isso em forma de campanha em algum lançamento novo na loja.

Inclusão e Diversidade:

A diversidade de corpos, identidades de gênero e orientações sexuais tem sido cada vez mais reconhecida no mercado erótico. Produtos e campanhas que refletem essa diversidade estão se tornando mais comuns, promovendo uma mensagem de aceitação e representatividade.

Educação Sexual:

A busca por informações sobre saúde sexual e bem-estar íntimo tem levado a um aumento na oferta de recursos educativos. Blogs, podcasts e workshops sobre educação sexual, técnicas de prazer e comunicação em relacionamentos têm se destacado, ajudando as pessoas a se sentirem mais orgulhosas e confiantes.

Através de eventos, chá de lingerie, encontros, palestras, podemos disseminar mais informações sobre educação sexual, e consequentemente abrindo portas para mais vendas e pessoas conhecendo a sua loja.

Wellness Sexual:

O bem-estar sexual tem sido um foco crescente, com produtos que não visam apenas o prazer, mas também a saúde sexual. Produtos como lubrificantes à base de ingredientes naturais, produtos de higiene íntima e acessórios que promovem a saúde do assoalho pélvico ganharam popularidade.

O tão famoso Skin PPK está ganhando mercado, com produtos de cuidados íntimos como esfoliante, hidratantes, tônicos, toalhinhas, e óleos.

Empoderamento Feminino:

Produtos e serviços que promovem o empoderamento das mulheres foram destacados. Isso inclui não apenas brinquedos sexuais projetados para o prazer feminino, mas também iniciativas que promovem a autoconfiança e a liberdade de explorar a sexualidade.

Realismo e Autenticidade:

A busca por experiências autônomas levou a um aumento na demanda por produtos realistas, como brinquedos sexuais moldados a partir de corpos reais. Essa tendência busca fornecer uma conexão mais genuína com a experiência humana. O toque, material, a pele, a sensação, modelos idênticos ao do seu humano.

Lembrando que o mercado erótico é diversificado e em constante mudança, é importante sempre se manter atualizado por meio de pesquisas, participação em eventos do setor e acompanhamento de fontes para compreender as tendências mais recentes.

Autor Adriana Braga

Adriana Braga é Graduada em Secretariado Executivo e Gestão Pública, MBA em negócios, empreendedorismo e Startup, Educadora Sexual, Coach em Relacionamento e Sexualidade. Atua com treinamentos e desenvolvimento de empresas, como também faz consultorias e terapia de casais e mulheres. Dona da loja de sex shop Queridinhas da Adri, há 7 anos vêm trabalhando em suas duas paixões, empreendedorismo e mercado erótico que irá compartilhar agora em sua Coluna Empresários Sex aqui no portal Mercadoerotico.org

LEIA TAMBÉM

prolapso-vaginal

Prolapso vaginal: o que é e como tratar?

O prolapso vaginal é a descida de um ou mais órgãos pélvicos, como bexiga, útero ou reto, em direção à vagina. Apesar de ser mais comum em mulheres após o parto, também pode afetar mulheres que nunca engravidaram. Saiba quais são os sintomas, como prevenir e tratar o prolapso vaginal aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by ExactMetrics