mitos-e-verdades-sobres-sexshops

Sex Shop: Desvendando Mitos e Verdades

O universo dos produtos eróticos é vasto e envolve uma gama diversificada de produtos, conceitos e tabus. Nos últimos anos, a indústria de sex shops tem experimentado um crescimento significativo, impulsionado por mudanças culturais, atitudes mais abertas em relação à sexualidade e avanços tecnológicos.

Porém, como o Brasil é um país de proporções continentais e de grande riqueza de culturas regionais diversas, em alguns locais ainda persistem mitos sobre os sex shops que hoje vamos desvendar de forma definitiva. Veja abaixo:

Sex Shops são lugares obscuros e constrangedores – MITO

Um dos mitos mais comuns sobre sex shops é que eles são locais escuros e constrangedores, frequentados apenas por pessoas com fetiches extremos. Na realidade, muitas sex shops modernas têm um ambiente acolhedor, bem iluminado e confortável. Elas se esforçam para criar um espaço inclusivo e sem julgamentos, onde os clientes possam se sentir à vontade para explorar seus interesses e necessidades.

Inclusive a sex shop é uma das modalidades de ponto de venda que mais oferece variações em decoração já que é um fator de sucesso para esse tipo de loja. A ambientação é responsável por boa parte da experiência do cliente na compra de produtos eróticos.

Quanto maior for a preocupação com a estimulação dos 5 sentidos, trabalhando o aroma, as texturas, música ambiente,  a vitrine e todo o visual da loja, além da possibilidade do cliente provar os mais variados sabores que os produtos trazem, maior será a chance de vendê-los e fidelizar esse cliente na recompra.

Um bom exemplo disso, é o showroom da Gall Sex Shop sediada em São Paulo que vende produtos eróticos no atacado para todo o Brasil. Uma inspiração para seus clientes lojistas:

Sex Shops não vendem artigos de primeira necessidade – MITO

Outro mito muito comum  associado às sex shops é que elas oferecem apenas produtos de luxo e dedicados ao prazer. No entanto, essa visão está longe da realidade. Produtos eróticos vão muito além dos brinquedos eróticos e lingeries provocantes.

Com o constante avanço da ciência e da medicina em ver a saúde de uma forma mais geral em vez de sistêmica, cada vez mais a sexualidade tem sido considerada como um fator de qualidade de vida, uma realidade já considerada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) desde 2006.

Diante disso, a indústria e comércio de produtos de sex shop tem investido sempre mais no desenvolvimento de opções que visam melhorar a saúde sexual, a intimidade e o bem-estar emocional, passando inclusive a receber indicações de médicos, terapeutas e fisioterapeutas.

Hoje, as sex shops  podem oferecer desde vibradores projetados com foco na estimulação feminina até produtos para a saúde sexual masculina, como anéis penianos e bombas de vácuo. Além disso, muitas lojas  também oferecem uma seleção de produtos de bem-estar, como óleos de massagem e velas perfumadas, que ajudam a criar um ambiente sensual para casais.

Sex Shop faz Educação Sexual – VERDADE

Embora não seja o ambiente clássico para um processo de educação sexual formal, uma característica distintiva das sex shops é o compromisso com a educação e orientação dos clientes.

As lojas não apenas oferecem produtos, mas também buscam fornecer informações detalhadas sobre seu uso, benefícios e precauções. Muitas vezes, elas possuem funcionários treinados que podem responder a perguntas sensíveis e oferecer recomendações personalizadas com base nas necessidades individuais.

Muitas sex shops inclusive também realizam workshops e palestras que abordam tópicos como anatomia, práticas seguras, comunicação entre parceiros e consentimento. Ao fornecer informações precisas e confiáveis, os sex shops ajudam as pessoas a tomarem decisões informadas sobre sua sexualidade e a se sentirem mais à vontade para explorar novas experiências.

Sex Shops são ilegais ou imorais – MITO

Outro mito persistente é que sex shops são ilegais ou imorais. Na realidade, sex shop é um comércio como qualquer outro e para operar é preciso estar dentro da legalidade, cumprindo regulamentações locais e nacionais.

A moralidade é subjetiva e, embora existam pontos de vista divergentes, muitas sociedades aceitam a importância da sexualidade saudável e da liberdade individual de escolha. O que se encontra dentro de uma sex shop legalizada são produtos de qualidade, certificados e destinados ao livre exercício da sexualidade.

Entre os serviços que uma sex shop pode prestar atualmente estão palestras, workshops e eventos como chá de lingerie para noivas. Já se foi o tempo em que as sex shops tinham cabines de peep show e dark rooms que, de fato, caracterizaram os primeiros empreendimentos lá na década de 70.

Ao longo do tempo, mesmo que esse tipo de sex shop pudesse operar com essas características em alguns países, se mostrou como um modelo de negócio deficiente e não sobreviveu, até mercadologicamente falando, pela distorção de foco dos clientes.

Sex shops são apenas para solteiros – MITO

Outro equívoco comum é que os produtos vendidos em sex shops são destinados apenas a pessoas solteiras. No entanto, muitos casais também exploram esses estabelecimentos juntos para apimentar sua vida sexual e fortalecer a intimidade. Produtos como jogos eróticos, óleos de massagem e lingerie podem ser usados para criar momentos especiais e aumentar a conexão entre parceiros.

Independentemente do estado civil, orientação sexual ou identidade de gênero, os sex shops oferecem oportunidades para melhorar a intimidade, fortalecer relacionamentos e promover o empoderamento sexual.

Produtos de sex shops podem melhorar a vida sexual – VERDADE

Os produtos vendidos em sex shops variam desde brinquedos eróticos até lingerie sensual e produtos de bem-estar íntimo. Muitos desses itens são projetados para aumentar o prazer e a intimidade nas relações sexuais. Brinquedos eróticos, por exemplo, podem ser utilizados para descobrir novas formas de estimulação e alcançar orgasmos mais intensos. Além disso, produtos como lubrificantes e excitantes podem contribuir para uma experiência sexual mais confortável e prazerosa.

Os sex shops também desempenham um papel fundamental na promoção da comunicação aberta entre parceiros e no incentivo ao consentimento. Muitos produtos e recursos sugerem atividades que envolvem a exploração mútua dos desejos e limites de cada parceiro. Isso pode contribuir para relações mais saudáveis e empoderadas, onde ambos os parceiros se sintam à vontade para expressar suas necessidades e desejos.

Produtos eróticos são apenas para casais – MITO

Outro mito muito comum é que produtos eróticos são destinados apenas a casais. No entanto, essa é uma visão restritiva e equivocada. Produtos eróticos podem ser usados tanto individualmente quanto em casais, independentemente da orientação sexual. A sexualidade é uma parte natural e saudável da vida humana, e produtos eróticos podem ser explorados por pessoas solteiras, em relacionamentos abertos ou em qualquer outra configuração.

Inclusive atualmente, a tendência é que os sex toys tenham cada vez mais formatos que não remetam às genitálias binárias, ou seja, que repliquem uma vagina ou pênis, já que muitas pessoas estão se auto considerando não binárias e não monogâmicas, o que tem revolucionado também o uso de produtos eróticos.

Foco na Qualidade e Segurança – VERDADE

É fundamental para o sucesso de qualquer sex shop o foco na qualidade e segurança que os produtos oferecem. Isso é especialmente importante, pois os produtos eróticos têm contato direto com o corpo e as membranas mucosas.

É uma questão de responsabilidade social e também uma estratégia de fidelização de clientes a oferta de produtos de marcas confiáveis, que passam por testes rigorosos e são feitos de materiais seguros para o corpo.

A segurança também se estende ao processo de compra. Para proteger a privacidade do cliente, eliminando qualquer constrangimento associado à entrega de produtos eróticos, as sex shops garantem embalagens discretas e sigilosas, bem como a identificação menos óbvia do nome da loja nos extratos e boletos bancários.

Apenas pessoas com problemas sexuais compram produtos eróticos – MITO

Um equívoco comum é que a compra de produtos eróticos está relacionada apenas a problemas sexuais ou insatisfação. No entanto, muitas pessoas saudáveis e sexualmente ativas exploram produtos eróticos como uma maneira de aprimorar sua intimidade, descobrir novas sensações e experimentar uma maior variedade de prazeres.

Ainda mais agora em que é uma tendência mundial os sex shops  promoverem uma visão positiva da sexualidade e encorajarem a exploração saudável e consensual de diferentes aspectos do prazer sexual.

Empoderamento e Auto Expressão – VERDADE

O empoderamento e a auto expressão são aspectos cruciais para uma sex shop de sucesso. Ao trabalhar a sexualidade como uma parte intrínseca da identidade de uma pessoa, oferecendo não só produtos , mas também toda uma experiência ao cliente na aquisição dos mesmos,  a sex shop permite ao seu cliente enxergar  os produtos eróticos como uma forma de se expressar, experimentar e abraçar essa parte de si mesmo.

Ao oferecer uma variedade de produtos que atendem a diferentes preferências e necessidades, as sex shops promovem a ideia de que todos têm o direito de explorar sua sexualidade de maneira segura, consensual e gratificante. É importante reconhecer que a jornada de conhecimento em relação à sexualidade e aos produtos eróticos é única para cada indivíduo. Algumas pessoas podem estar prontas para explorar essa área mais abertamente, enquanto outras podem precisar de mais tempo para se sentir confortáveis. Ambientes respeitosos, informativos e livres de julgamentos, permitem que pessoas possam buscar respostas para suas perguntas e curiosidades.

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

Presente-Dia-dos-Namorados-Rio-de-Janeiro

Dia dos Namorados: 9 sugestões de presentes da Sweet Joy

Localizada na Zona Norte do município do Rio de Janeiro, no bairro de Del Castilho, a Sweet Joy foi criada em 2020, com a missão de proporcionar aos seus clientes uma melhor vida sexual, através de informações sobre sexo ou características dos produtos. Veja aqui a seleção de 9 opções de presentes da loja capazes de agradar a maioria dos casais nesse Dia dos Namorados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verified by ExactMetrics