ponto-p

Ponto P. Como quebrar o tabu da sexualidade masculina

A estimulação anal continua a ser um enorme tabu na sexualidade masculina. Nos homens subsiste o medo de serem vistos como homossexuais pelas parceiras ou até que a prática interfira na sua masculinidade. Por isso, tenha em consideração alguns conselhos na hora de abordar o tema com o seu companheiro.

Por Jorge Sousa*

Quando se trata de falar de Ponto G, pensa-se imediatamente em prazer feminino. Contudo, não são apenas elas que contam com uma zona erógena especial. Também os homens têm um ponto específico que pode proporcionar níveis elevados de excitação sexual.

A próstata é o “segredo” mais bem guardado pelos homens, que pode gerar excepcional prazer, ainda maior do que o obtido pela estimulação do pénis. Os relatos da elevada intensidade dos orgasmos obtidos com a sua estimulação levaram a que a próstata fosse assim considerada o Ponto P do homem, ou seja, o equivalente ao Ponto G feminino.

No entanto, esta forma de prazer enfrenta muitos tabus, pois implica a penetração do ânus, seja com recurso a dedos ou a objetos. Segundo explica Irina Marques, especialista em Sexologia Educacional e diretora da Flame Love Shop, o homem ainda vê a penetração anal com muita relutância, sobretudo por medo de se tornar ou ser visto pelas parceiras como homossexual. O que é absurdo porque a orientação sexual não é influenciada pelo estímulo anal”.

Apesar da evolução da mentalidade masculina, com mais homens a reconhecerem que a prática não traz qualquer interferência na masculinidade, a maioria das mulheres continua a mencionar fortes barreiras quando procuram enveredar por este caminho. Quando elas tentam introduzir a estimulação anal na intimidade, a resposta masculina é, sobretudo, de choque e de rejeição. Por isso, é importante que as mulheres privilegiem o diálogo antecipado à surpresa no momento da intimidade, sublinha Irina Marques.

Para ajudar a romper com o tabu masculino face à prática da estimulação anal, a especialista deixa alguns conselhos às mulheres:

1. “Apalpe” terreno

Não deixe que o preconceito dite, à partida, uma resposta negativa. Por isso, introduza gradualmente o tema e procure saber o que ele pensa na realidade.

2. Esqueça a surpresa

Não o apanhe desprevenido porque ele pode realmente não gostar de um avanço tão direto. Privilegie o diálogo prévio.

3. Dê-lhe tempo

Cada pessoa tem o seu tempo de adaptação a mudanças e novidades. Seja compreensiva e vá com calma.

4. Faça ver que a masculinidade não se perde

Deixe claro que a estimulação anal não fere a masculinidade. Lembre-lhe que os homens quando fazem o exame da próstata são estimulados e tal não altera a orientação sexual.

5. Acene com mais prazer

Procure salientar as novas sensações, o prazer e a intensidade orgásmica que ele pode vivenciar com este tipo de estimulação.

6. Aponte benefícios

Fale dos benefícios que a estimulação da próstata pode trazer em algumas condições, nomeadamente a evitar a ejaculação dolorosa ou precoce, a melhorar a impotência sexual, a reduzir inflamações do órgão e até a facilitar o fluxo de urina.

7. Chegue devagarinho

Introduza a estimulação de forma gradual, durante a intimidade, acompanhando o ritmo de excitação.

8. Recorra a complementos

Utilize lubrificantes para maior conforto e, à medida que avançam na prática, pode também selecionar um estimulador da próstata ou até brinquedos eróticos para sexo anal.

Algumas sugestões de complementos:

image.png

Estimulador da próstata para iniciantes

Divine Touch

Mime o seu amor com este massajador da próstata de pequenas dimensões, ideal para quem é iniciante. É à prova de água e fabricado em plástico e silicone macio. PVP: 14,95€

image.png

Estimulador da próstata vibratório

Insider Bold P-Factor

Introduza toda a aventura de um estimulador com bala vibratória de velocidade potente. É também à prova de água e fabricado em silicone macio. PVP: 29,95€

image.png

Lubrificante com efeito frio e esferas de vitamina E

Climax Bursts

Este lubrificante apresenta efeito frio e pequenas esferas de vitamina E para refrescar e viver experiências mais intensas e duradouras. PVP: 16,95€

* Texto enviado por Jorge Sousa nosso correspondente em Lisboa.

Autor Correspondente

Viu alguma coisa que pode virar notícia para o Mercado Erótico? Viajou, visitou lugares interessantes, entrevistou pessoas marcantes que possam contribuir para os leitores desse site? Envie-nos seu material que publicamos aqui em regime de colaboração! Entre em contato conosco pelo email: contato@mercadoerotico.org

LEIA TAMBÉM

casal-socio-sexshop

Amor e negócios, esses dois se misturam?

Casais que escolhem embarcar juntos no empreendedorismo são cada vez mais frequentes. Mas será que existe um jeito de fazer a sociedade dar certo sem prejudicar a relação? Por Rosangela Matos *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *