Inicio >> Hot News >> KAREZZA: A NOVA TÉCNICA SEXUAL PARA VOCÊ TENTAR HOJE À NOITE

KAREZZA: A NOVA TÉCNICA SEXUAL PARA VOCÊ TENTAR HOJE À NOITE

Karezza é tudo sobre fazer amor com ternura e se conectar sexualmente sem atingir o orgasmo. Já ouviu falar disto? Que tal tentar hoje mesmo para comemorar o Valentine´s Day?

Apesar de estar na moda, não é o sexo tântrico, mas uma nova maneira quente de fazer amor com uma pegada diferenciada e sublimada, é chamada karezza. O nome é derivado da palavra italiana para “carícia”, que é exatamente esta forma de fazer amor que envolve – carícias mútuas, abraços carinhosos, beijos relaxados, massagem sensual e leve cócegas, tudo muito fofo, calmo e apaixonante.

O ex-ator pornô Nego Catra é um dos adeptos da tecnica Karezza e também ministra palestras sobre a Karezza para homens e mulheres no Brasil. Afinal ele domina a pratica de horas de sexo sem ejacular. https://www.instagram.com/nego_catraoficial/

O objetivo do sexo karezza é se conectar intimamente com o parceiro em um nível físico e emocional, e se deleitar com o toque do outro. Mas não confunda isso com preliminares ou carícias pesadas – e orgasmos? Nem pense nisso. Isso mesmo, é fazer amor sem os fogos de artifício no final. Casais são encorajados a evitar o orgasmo ao praticar karezza. Você se concentra em se perder em seu parceiro, em vez do desejo de chegar à linha de chegada.

O que – sem orgasmo? 

Sexo sem clímax parece sem sentido. O orgasmo não é o objetivo final de fazer amor? Mas a maioria dos especialistas em sexo concorda que o ato sexual sem clímax pode ser bom para o casamento e pode até suavizar as arestas do relacionamento. A prática não é sobre privação; é sobre aumentar sua capacidade de prazer sexual, diz Vanessa Marin, uma terapeuta sexual e de relacionamento com base nos EUA. “Os seguidores de karezza se concentram no sexo íntimo, emocionalmente conectado, lento, luxuoso e meditativo. Esses casais estão interessados ​​em permanecer relaxados e unidos uns aos outros”.

Karezza remove a pressão da necessidade de clímax. Da próxima vez que fizer amor, observe como você se sente e reage. Claro, você pode estar descontroladamente excitado, mas quando está preocupado em atingir o orgasmo, sua atenção muda de seu parceiro e você perde essa conexão íntima. Vanessa diz: “Para muitas pessoas, atingir o orgasmo exige fechar os olhos com força, cerrar os músculos ou concentrar-se nos órgãos genitais – em outras palavras, se desconectar de seus parceiros e focar em si mesmo.

Quando você remove a pressão da necessidade de orgasmo, pode desfrutar de sensações e conexões mais profundas.” Sexo com orgasmo também provoca outras distrações mentais. Por exemplo, se seu parceiro acha que goza muito rapidamente, ele pode ter pensamentos não-excitantes para durar mais tempo a relação. E muitas mulheres ficam presas julgando sobre sua própria incapacidade de atingir o orgasmo com rapidez suficiente – ou de forma alguma nem chegam lá, tamanha a preocupação, acrescenta Vanessa.

Praticando Karezza

Pense em karezza como uma energia sexual circulando continuamente entre você e seu par. Isso pode soar como algo saído de um livro da Nova Era, mas é permitir que seus sentimentos apareçam enquanto se mantém atento ao que está acontecendo. Quando estiver relaxado, ajuste o clima com iluminação fraca, almofadas e talvez um pouco de música suave. Vanessa diz que a chave para praticar karezza é reconhecer que não se trata de forçar-se a conter seu orgasmo, mas sim de entrar em maior contato consigo mesmo e com seu parceiro durante o sexo.

Comece olhando um para o outro e comunicando seu amor através do contato visual. Toque um ao outro pensativamente, mas não se apresse. Saboreie a sensação de seus dedos roçando seu corpo e absorva a sensação da sua pele na dele. Se ele tiver uma ereção, não dê atenção a isso. Não pense no clímax também. Vanessa diz: “Propositadamente tentar atrasar o orgasmo pode ser tão perturbador quanto tentar alcançá-lo. Se você estiver chegando perto do orgasmo, pare qualquer movimento e se concentre em relaxar, respirar e se conectar com seu parceiro. ”

Christina Spaccavento, terapeuta sexual e conselheira de relacionamentos com base na Austrália, sugere experimentar diferentes tipos de toque – beijar, acariciar, massagear os pés ou o couro cabeludo do parceiro, coçar levemente as costas e puxar suavemente o cabelo. Ele pode penetrar em você, então ele pode aproveitar a sensação de estar dentro e você pode se sentir “preenchida”. Mas ela aconselha não esfregar, empurrar ou mover muito, pois isso estimula os genitais. “Quando você alcança uma posição confortável e relativamente imóvel, tente ficar lá por uma hora, prestando atenção a pequenos movimentos e sentindo a troca de energia sexual entre você e seu parceiro”, diz Christina.

Como este é um processo lento e gradual, os casais podem parar a qualquer momento, ou decidir sobre o prazo antes de começar, diz Christina. “Os casais também podem continuar até adormecerem. Isso pode ser bastante reconfortante, pois eles permanecem conectados e é uma experiência muito íntima”.

Uma “troca sem demanda”

Com um método “sem preocupações” de conexão sexual, você se aproxima de seu parceiro em outros níveis. Pode intensificar o desejo dentro de seu relacionamento e prolongar o prazer sexual. “Karezza nos lembra que, quando se trata de sexo, menos é mais,” diz Cay Crow, conselheira e terapeuta sexual nos Estados Unidos.

Cay acredita que a karezza pode ser um processo maravilhoso para casais que experimentam problemas de desejo. “Nós tendemos a ser muito focados na relação sexual, o que cria a meta do orgasmo quando não deveria haver nenhum objetivo”, explica ela. “Mas com karezza, há relaxamento simples e toque afetivo. Casais com quem trabalho, que são desinteressados ​​em sexo, amam isso porque é uma troca sem demanda de massagem sensual. ”

Karezza também é uma ótima opção para casais que não podem ter intercurso convencional por várias razões – porque eles são pais novos ou um deles só passou por uma cirurgia, por exemplo. Cay acrescenta: “Karezza oferece uma alternativa adorável – pode ser parte de uma miscelânea de atividades que mantém um casal sexual por toda a vida.

Este artigo foi publicado originalmente por Simply Her.

Autor Paula Aguiar

Publicitária, Consultora e expert em Mercado Erótico, Escritora e empresária. Atua no Mercado Erótico Brasileiro desde o ano 2000. Autora de 17 livros de negócios e sobre produtos eróticos para os consumidores. De 2010 a 2017, presidiu a ABEME – Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico. Citada em mais de 100 teses universitárias e livros de sexualidade sobre o tema. Desenvolve e projeta produtos eróticos e cosméticos sensuais para os maiores players do setor. Criadora do primeiro seminário de palestras para empresários do mercado erótico em 2006. Apoiadora e partícipe dos mais importantes eventos eróticos do mundo. Também idealizadora do Prêmio Melhores do Mercado Erótico e Sensual que, desde 2016, anualmente elege as melhores empresas, as inovações, os produtos mais queridos e desejados e as ações que estimularam o desenvolvimento do setor. É fundadora e co-autora do site MercadoErótico.Org.

LEIA TAMBÉM

exercicio fisico e vida sexual

Exercício mais intenso está ligado a uma vida sexual melhor, diz estudo

Não há realmente nada melhor para a sua saúde do que o exercício – e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *