Criadora de vibrador foi premiada pelo Veuve Clicquot

Stephanie Alys, fundadora da MysteryVibe, ganhou o prêmio de nova geração  da Veuve Clicquot por “desafiar o status quo” com o flexível vibrador Crescendo, que pode ser adaptado para atender às necessidades do usuário.

O Prêmio Mulher de Negócios da Veuve Clicquot foi criado em 1972 e presta homenagem a Madame Clicquot, a primeira mulher a estabelecer-se como uma figura de liderança feminina no mundo dos negócios.

Desde então, as herdeiras dignas de “la Grande Dame de Champagne” foram reconhecidas por suas próprias qualidades únicas e pioneiras.

Enfrentando desafios e quebrando limites, estas vencedoras compartilham um espírito empreendedor, uma visão audaciosa, e uma criatividade e talento firmes.

Como a própria Veuve Clicquot, o Prêmio tem desfrutado de uma dimensão internacional,homenageando mais de 300 mulheres em 27 países desde a sua criação.

Conheça o Crescendo

Sim, o nome da invenção de Alys que lhe rendeu o prêmio tem um nome português, veja bem!

Crescendo é o primeiro vibrador inteligente projetado para ambos os sexos. Com velocidades que podem ser programadas por meio de um aplicativo, o intitulado “sextech” custa £ 139.

vibradorcrescendo

 

Fabricado na China e vendido para clientes em 58 países, esse vibrador também pode ser operado remotamente.

Alys anuncia também que na próxima semana, a MysteryVibe está pronta para lançar um novo brinquedo que pode ser usado por “qualquer pessoa com um pênis.”

Rompendo barreiras

Stephanie Alys foi elogiada pelos juízes do prêmio por seu objetivo de “fechar a lacuna do prazer, trazendo igualdade ao sexo”.

“Ela está liderando a revolução na tecnologia sexual”, disseram os juízes. “Demonstrando as mesmas características de Madame Clicquot há mais de 200 anos, Stephanie está derrubando barreiras e tabus sociais.”

A jovem empresária que quer remover os “tabus e estigma” em torno de brinquedos sexuais, disse em entrevista ao The Sun: “Quando fundamos a MysteryVibe, meu objetivo era mudar a forma como a sociedade pensava sobre as mulheres e a sexualidade. Estou satisfeita por ter ganho um prêmio mainstream. É tanto um reconhecimento da nossa empresa quanto o potencial do setor ”.

Alys, que tem 28 anos e formação em consultoria de gestão, teve a ideia de desenvolver o Crescendo depois de observar que os vibradores tradicionais eram “mal feitos e grosseiramente projetados”.

Entre com seu email para receber as atualizações:

Desenvolvimento FeedBurner

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

marlene-sexy-neonvibes

Neon Pen: um lançamento para você que adora uma luz apagada!

A linha Neon Vibes tem 10 produtos que além de serem comestíveis traz os sabores inusitados de maçã verde, morango com lichia e pitaya. Todos eles brilham sob a luz negra para você poder se divertir à meia luz ou no escuro mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.