campanha-fome-aquelas-coisas

Aquelas Coisas lança campanha contra a fome na pandemia

Varejista vai doar R$ 5,00 a cada compra feita em seu site para instituições de caridade

Aquelas Coisas é um sexshop online que atua no mercado erótico brasileiro desde 2010.  É também reconhecido no mercado como o primeiro sex shop online a oferecer a tecnologia Mobile (m-Commerce) para seus clientes, além de projetos inovadores e ousados, como a primeira máquina de vendas de produtos de sexshop para motéis e casas notunas, a PopUp Machine.

Lá, você encontra o melhor de cada categoria do mercado erótico mundial, como vibradores, masturbadores, pênis realísticos, cosméticos eróticos  com agilidade, transparência e atendimento rápido e objetivo.

É também a única loja do país do segmento erótico que permite aos clientes parcelarem suas compras em até 12x sem juros no cartão de crédito.

E agora, além de todas essas vantagens, comprando nesse site, você também pode ajudar a quem mais precisa.

Como contribuir

pandemia está causando um reflexo direto no fator fisiológico mais essencial da vida do ser humano, comer. Com impacto direto na saúde das pessoas e reflexo na mesma proporção na economia, muitas pessoas estão perdendo emprego, perdendo seus “bicos” ou sua fonte de renda, e o principal, perdendo seu “responsável”, ou seja, aquela pessoa que era a única que trabalhava numa casa com 6, 7, 8 pessoas e sustentava à todos com seu suor diário.

“É claro que não poderíamos ficar de braços cruzados, só olhando essa situação. É dever de todos nós como seres humanos, ajudar, mesmo que o mínimo possível, mas contribuir para um todo” afirma Mário Schiavinatto, proprietário do Aquelas Coisas.

Ele explica que as doações serão de R$5,00 para cada compra feita em no site da loja, e se você quiser ajudar com qualquer quantia, é só ler o QRCode em seu aplicativo de pagamento e inserir o valor que desejar.

Todos os valores arrecadados serão destinados única e exclusivamente para as Instituições de Caridade engajadas no apoio às vítimas de pandemia que infelizmente não querem ser citadas na campanha.

“Já fizemos outras ações sociais, porém as instituições tem receio de ligar seu nome a uma sex shop. Mesmo as instituições ligadas à saúde sexual não permitem apesar de aceitar as doações. Mas vamos postar no site e nos stories do instagram @aquelascoisas todos os comprovantes gerados de doação às essas instituições” afirma o empresário.

Autor Julianna Santos

Relações Públicas, atuante em assessoria de imprensa e gestão de conteúdo para internet. Pós graduada em Educação Sexual pelo ISEXP – Instituto Brasileiro de Sexualidade e Medicina Psicossomática da Faculdade de Medicina do ABC, atendeu a várias empresas e profissionais do ramo erótico de 2002 até atualidade, estando inclusive a frente da sala de imprensa da Erótika Fair de 2002 a 2010. Também é certificada em Inbound Marketing pelo HubSopt Academy.

LEIA TAMBÉM

vacina-ou-mamografia-outubro-rosa

Outubro rosa: vacina ou mamografia?

Especialistas alertam para a necessidade de intervalo entre vacina da Covid-19 e a realização de exames de rastreamento de câncer de mama. Saiba mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *